Este paraíso existe e tem nome: cachoeira do Saco Bravo e fica em Ponta Negra, Paraty / RJ. O atrativo é um dos mais procurados por turistas que querem curtir a natureza, caminhar por lindas trilhas e conhecer essa rara beleza, onde uma cachoeira deságua no mar.

No entanto, saiba que este ano, 2020, algumas regras estão sendo aplicadas para visitação.

Atualizado em janeiro de 2020:

Este artigo foi editado em janeiro de 2020 e traz informações sobre as novas regras aplicadas na visitação do atrativo. Fonte: instituto estadual do ambiente ( INEA);

Assista o vídeo!

clique e se inscreva no canal

Novas regras de visitação (2020)

De acordo com o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) a partir de dezembro do ano passado, 23, novas regras de visitação começaram a ser aplicadas para os turistas que desejam conhecer a cachoeira do Saco Bravo, localizada na Reserva Ecológica Estadual da Juatinga, em Paraty.

Sendo assim, o acesso fica limitado a 140 pessoas por dia. A trilha pode ser acessada até o meio-dia no inverno e no verão até às 13h. Além disso, a entrada na piscina natural fica restrita a 20 pessoas por vez.

Também passa a ser obrigatório a contratação do guia de turismo ou condutor de visitante que deve ser credenciado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

Com as novas regras o instituto (Inea) espera aumentar a segurança dos visitantes, reduzir o impacto ambiental e gerar renda para a comunidade local, já que os guias e condutores são moradores da comunidade caiçara.

Guia para cachoeira do Saco Bravo, Paraty – 2020

  • É obrigatório a presença de um guia de turismo ou condutor de visitantes credenciado pelo Inea;
  • Vale lembrar que são limitados a 10 visitantes por guia ou condutor;
  • O local conta com 17 condutores e guias credenciados e capacitados para receber os turistas;
  • É obrigatória a assinatura de um termo de responsabilidade, onde constam as normas para visitação e segurança.

Agências e guias de turismo interessados em obter mais informações sobre as normas de visitação na Cachoeira do Saco Bravo devem entrar em contato por telefone (24) 3371-9654 ou pelo e-mail reservajuatinga@gmail.com.

Como ir em um dia até a cachoeira do Saco Bravo

Fizemos um bate e volta saindo da cidade do Rio e Janeiro:

  • Saída do Rio de Janeiro às 3 horas da manhã;
  • Chegamos em Trindade – Paraty às 6h30min;
  • Praia do Sono às 8 horas da manhã;
  • Ponta Negra às 9 horas da manhã;
  • Chegamos às 10h30min na Cachoeira do Saco Bravo, onde permanecemos por 3 horas.

A volta foi mais rápida, voltamos pela trilha até Ponta Negra e pegamos um barco até o condomínio Laranjeiras, depois uma kombi (de graça oferecida pelo próprio condomínio) até a Vila Oratório, onde deixamos o carro estacionado.

Mapa meramente ilustrativo do percurso realizado

Dica: aconselho fazer em dois dias e acampar na praia do Sono ou em Ponta Negra.

Como chegar na cachoeira do Saco Bravo

Muitos me perguntam se é possível ir de barco da praia do Sono até a cachoeira do Saco Bravo, conforme a descrição do mapa ilustrativo fizemos o último percurso de trilha. A partir de janeiro de 2020 passou a ser proibido o acesso de barco, no percurso que liga a comunidade de Ponta Negra até o Saco Bravo.

Eu fiz a trilha em 2017, nesta época era permitido o acesso de barco, mas veja na foto e entenda porque a partir de 2020 esse acesso foi proibido.

Tirei essa foto de uns turistas que tentavam acessar cachoeira por barco.  Por causa da força da água contra as rochas o mar fica muito agitado, não é à toa que o nome é Saco Bravo.

  • Trindade x Praia do Sono

Ao chegar em Trindade procure pela Vila Oratório (ou Laranjeiras), neste mesmo lugar você pode deixar o seu carro no estacionamento e fazer a trilha até a praia do Sono, no estacionamento pegamos informações sobre a trilha com um morador local.  A trilha é leve e bem sinalizada, com aproximadamente 3,1 km e cerca de 50 min, sem necessidade de guia.

  • Praia do Sono x Ponta Negra

Na praia do Sono pegamos um barco até a praia de Ponta Negra, mais ou menos 40 min.

  • Ponta Negra x Cachoeira do Saco Bravo

O início da trilha para a cachoeira do Saco Bravo é confusa e tem algumas bifurcação, por isso é obrigatório a presença de um guia.

O que levar na mochila

A primeira coisa que temos que nos atentar ao fazer a trilha para a cachoeira do Saco Bravo é justamente com o que iremos levar na mochila. Você pode até pensar que isso é besteira ou irrelevante, mas saiba que uma mochila organizada pode salvar a sua vida!

É verdade, cada tipo de trilha exige alguns itens a mais e outros a menos. Porém, também existem aqueles que são indispensáveis em qualquer lugar.

Recentemente eu fiz uma lista para a mybest Brasil onde eu falo sobre os 10 itens que considero essenciais para trilha de um dia. Não deixe de conferir!

Agora que você está com sua mochila prontinha e todos os itens para a trilha, minha dica para explorar a cachoeira do Saco Bravo e não perder nada é contratar o guia, assinar o termo e seguir as orientações!

  • Mapa da trilha: veja aqui
  • Distância: 8,4 KM / ida e volta;
  • Tempo de caminhada de até 6 horas, ida e volta;
  • Dificuldade: trilha pesada com muitas subidas, sugiro um calçado específico para caminhada.

Foto: Moisés Miranda

Melhor época para visitar a cachoeira

Sabemos que a alta temporada de cachoeiras é no verão, por isso é bom evitar ir nesta época e principalmente em datas comemorativas: carnaval, ano novo e feriados prolongados. Fomos no inverno (agosto/2017), além de estar vazia os preços são melhores que na alta temporada.

Quanto custa

  • R$20 estacionamento;
  • R$20 por pessoa: barco da Praia do Sono  x Ponta Negra;
  • R$?? por pessoa: guia de Ponta Negra até Saco Bravo;
  • R$25 por pessoa: barco de volta – Ponta Negra x Laranjeiras;
  • R$00 Kombi ( de graça) de Laranjeiras até a Vila Oratório (10 min).

O custo da viagem de um dia sem incluir gasolina e gastos com alimentação ficou em R$65 (sem incluir o guia), mas lembrando que fomos na baixa temporada (agosto/2017) e durante a semana (segunda-feira), na alta temporada o custo é maior.

Em 2020: com as novas regras de visitação passou a ser obrigatório a presença de um guia ou condutor, eu ainda não tenho informações sobre valores, mas assim que conseguir volto para editar o artigo e incluir essas informações.

Uma linda cachoeira que forma uma piscina natural e deságua no mar.

Água doce da cachoeira mais água salgado do mar, vista de outro ângulo a ilusão infinita se funde à paisagem e torna ainda mais incrível o lugar.

Confira também o artigo: o que levar na sua mochila para trilha de um dia | My Best Brasil

  • Gostou do conteúdo e as dicas? Então deixe aqui o seu comentário ou sugestão. Ah, não se esqueça de compartilhar este artigo nas redes sociais.

Acompanhe o meu Instagram e Youtube , estou sempre dando várias dicas por lá

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Montanha: Trekking | Escalada (@vivianctelles) em

Pinterest

6 Comments

  • Avatar
    Soraya Aline de Castro Assis
    Posted 15 de outubro de 2018 17:41 0Likes

    Uma aventura sensacional e que já dá vontade de fazer. Altas dicas, tudo – extremamente – organizado, pontual (e baratinho tb). Obrigada, Vivian Telles! =) Parabéns pelo conteúdo, Revista Digital completa!

  • Avatar
    Michelle Ouros
    Posted 17 de outubro de 2018 21:03 0Likes

    Excelentes dicas!!! Estive em Paraty recentemente, mas infelizmente não deu tempo de conferir essa região… Só consegui ir à Trindade, mas já gostei bastante! Tudo nessa cidade é lindo demais e encanta! Vontade de voltar agora…rsrs. Vou salvar essas dicas pra quando eu conseguir retornar a esse paraíso; aí finalmente conheço esses cantinhos incríveis!

  • Avatar
    Amanda
    Posted 22 de novembro de 2019 11:29 0Likes

    Olá!!! Adorei, tudo muito organizado e pontuado!!! Gostaria apenas de saber quanto pagaram pelo guia até o local!!!

    • Avatar
      Vivian Telles
      Posted 24 de dezembro de 2019 12:25 0Likes

      Olá Amanda, tudo bem?

      Que bom que gostou do conteúdo! A informação está no post em “Quanto custa” com mais detalhes. Paguei R$25 por pessoa de Ponta Negra até Saco Bravo

  • Avatar
    Marcos Mello
    Posted 9 de janeiro de 2020 14:59 0Likes

    Fiz a Travessia da Juatinga (Pouso da Cajaíba – Vila Oratória) em setembro de 2019 e não consegui ir na cachoeira, no terceiro dia de travessia. Amanheceu com uma chuva fina e constante. Como já estava fadigado por causa do segundo dia (Martins de Sá – Ponta Negra), preferi não arriscar ir até a cachoeira pois não tinha certeza do grau de dificuldade que seria Ponta Negra – Praia do Sono. Mas ficou a promessa de voltar e visitar essa Cachoeira que é considerada uma das mais bonitas do Brasil.

    • Avatar
      Vivian Telles
      Posted 24 de janeiro de 2020 12:37 0Likes

      Você pode fazer por barco de até Ponta Negra, depois faz a trilha (só pode por trilha) até a cachoeira do Saco Bravo. Fique atento porque este ano 2020 mudaram algumas regras de acesso, estou atualizando o post com as novas regras!

Deixe seu comentário