Vai fazer uma trilha curta ou longa? Ou então um acampamento com pernoite na montanha? Saiba o que comer e levar para trilha com as dicas abaixo.

Minha primeira grande dica é que você faça um planejamento. Por exemplo: considere o percurso que será feito (trilha), ponto de abastecimento de água e quantos dias (ou horas) pretende ficar na montanha.

Bom, vou te dizer certinho quais são os alimentos para trilha que eu costumo levar para comer como lanche (durante a caminhada), café da manhã, “almoço” e jantar.

ERRATA: julho de 2020.

Nos últimos meses venho me adaptando ao vegetarianismo. Por isso, mudei alguns hábitos na minha alimentação, como, por exemplo, diminuindo o consumo de carne.

Porém, ainda não me considero uma vegetariana e sim uma reducetariana. Ou seja, estou no processo de diminuir o consumo de carne e não cortar 100%. Sendo assim, este artigo inclui alimentos que hoje eu evito comer, como por exemplo, a carne e seus derivados.

  • Aproveita para me acompanhar lá no @vivianctelles e youtube, estou sempre dando várias dicas de aventuras por lá! 😉

 O que levar para comer na trilha (caminhada) de um dia?

Agulhas Negras – Parque Nacional do Itatiaia / RJ

Costumo explicar que as trilhas curtas são aquelas que não passam de um dia, independente do nível de caminhada. Então, você já sabe: não precisa levar muita comida e os lanches são os alimentos ideais.

Vou começar indicando o famoso sanduíche. Então, a dica que te dou, porque é o que sempre faço e tem dado certo, é não colocar recheios que perecem facilmente.

Como por exemplo: molhos, geleia, maionese ou qualquer alimento perecível que possa estragar rapidamente.

No caso de trilhas no inverno (clima fresco de montanha) os alimentos podem durar mais tempo. Por isso, a geleia, ricota, pasta de amendoim, cream cheese, pasta de atum são ótimas opções para os sanduíches.

Já fiz trilha de um dia inteiro e levei um sanduíche com molho barbecue, mas o clima estava frio. Durante o calor (ou verão) não aconselho.

Leia o artigo: 10 dicas para começar no trekking

  • Frutas secas são ótimas opções:

As frutas secas são ideais pois não estragam com facilidade. Esse alimento é leve, ocupa pouco espaço na mochila e tem muitos nutrientes que vão te dar força.

As frutas frescas também são uma ótima opção, porém, são mais pesadas e você deve ter cuidado ao armazenar, elas podem ficar amassadas dentro da sua mochila.

  • Bananas evitam câimbras:

Chamo sua atenção para incluir bananas, pois elas evitam as câimbras e são ótimas fontes de carboidrato. Procure não comer maçã, pois elas aumentam a fome.

  • Dá disposição:

O amendoim, as nozes e as castanhas vão te ajudar na disposição, por isso inclua em sua mochila.

  • Carboidratos / fibras e proteínas:

As barras de cereais, proteínas e os biscoitos também são bem-vindos. Porém, o ideal é que sejam carboidratos fáceis de serem digeridos, os do tipo integral, por exemplo.

  • Chocolate dá energia:

O chocolate também é uma boa pedida. Na verdade, eu amo chocolate, pois ele me dá energia e disposição e até melhora meu humor. Quer uma dica? Nos dias quentes não leve chocolates, afinal, eles podem derreter na sua mochila.

Leia também: Top 5 melhores chás para beber na montanha ou trilha

O que levar para comer em uma trilha longa com acampamento

Acampamento na Argentina – El Chalten

Se você vai fazer trilha que inclui acampamento onde você precisa pernoitar (dormir no acampamento), então é necessário ter alguns cuidados a mais.

Veja aqui os itens que você precisa para fazer a sua alimentação no camping:

Inclua na sua mochila alimentos ricos em carboidratos, gorduras e proteínas

  • Carboidratos e proteínas:

Quanto aos carboidratos, eu eu levo como opção as barras de cereais, biscoitos, pão, torradas, castanhas e macarrão.

Já as proteínas eu costumo levar queijos, carne desidratada, frango desfiado e torrado com alho, atum. Levo também os alimentos embutidos, como, por exemplo, a linguiça calabresa e salame.

No final do artigo tem uma lista completa com todos os alimentos.

  • Mais energia para longos percursos

Se você for caminhar bastante durante o dia, então meu conselho é que inclua as frutas, chocolates e os géis esportivos de carboidratos.

  • E as gorduras?

Elas vão trabalhar junto com os carboidratos para fornecer energia necessária para o seu corpo.

A casca da banana e o resto do lixo orgânico podem ser jogados no solo?

Apesar de ser lixo orgânico e servir de adubo, eles não podem ser jogados na natureza e em áreas protegidas. Veja abaixo os motivos:

  • A casca de banana, por exemplo, demora até dois anos para se decompor;
  • O resto das frutas ou alimentos orgânicos não são espécies nativas da Mata Atlântica e por isso podem interferir no ecossistema das unidades de conservação;
  • Os animais podem comer os restos dos alimentos e algum vírus ou bactérias nocivo para o ser humano, podem ser fatais para os animais;
  • Jogar resto de alimentos também pode interferir na dieta dos animais silvestres.

O maior risco que existe é a interação com humanos. Porque eles são muito sensíveis ao nosso herpes, eles morrem por causa do nosso herpes e nós podemos morrer por causa do herpes deles. Então, a interação do pessoal colocar banana, botar alimento, acaba facilitando esse tipo de transmissão”, conta.  – Ibama

Herpes já matou sete macacos-pregos nos arredores do Parque Nacional da Tijuca – Fonte: extra.globo.com

Diversas mortes e doença em macacos provocam alerta no Rio – Fonte: g1.globo.com

O que é comida liofilizada?

Para caminhadas longas, com mais de dois dias, as comidas liofilizadas são uma boa opção.

As comidas liofilizadas são na verdade comidas normais só que desidratadas, e a boa notícia é que mesmo desidratadas elas mantém as mesmas características, os mesmos nutrientes e até o mesmo sabor que as comidas normais.

Vale lembrar que isso é controverso, alguns dizem que o sabor muda um pouco, por isso, experimente antes de optar por esse alimento.

Essas comidas podem durar anos, além disso, são leves e comercializadas em pacotes pequenos, por isso não ocupam muito espaço dentro de sua mochila.

Existem muitas opções de sabores das comidas liofilizadas, e eu já experimentei algumas delas: strogonoff de frango, frando desfiado, spaguetti com legumes e também já experimentei as frutas desidratadas.

Como preparar a comida liofilizada?

Desconto: ganhe 15% de desconto no site da Nautika Lazer. Use o cupom: VIVIANCTELLES

Dica de ouro: não esqueça da água!

É mais fácil eu esquecer dos alimentos do que da água, te falo com toda certeza! Não adianta você encher sua mochila de alimentos, se não levar água! E olha, não importa se você vai fazer trechos curtos ou longos, lembre-se sempre da sua hidratação.

Tenha sempre o cuidado para nunca tomar água demais. Eu nunca ultrapasso 800 ml ao longo de uma hora, justamente para eu não me sentir desconfortável enquanto caminho.

Pesquise antes o destino e veja os pontos de abastecimento de água durante o percurso, lembre se de levar o Clor-In (purificador de água).

Opções de alimentos para você levar e comer na trilha

01 –  Hidratação

  • Minimo 2 litros de água;
  • Clor in / hidrosteril (purificador de água);
  • Isotônicos.

02 – Opções para lanche na trilha ou café da manhã no acampamento

Entre as opções abaixo escolha a que mais lhe agrada:

  • Pães, queijos (tipo polenguinho);
  • Geleia;
  • Cream cheese;
  • Bacon;
  • Pasta de atum;
  • Frutas desidratadas;
  • Chocolates, barra de cereal, barra de proteína;
  • Sementes (castanhas, amêndoas, amendoim, nozes);
  • Biscoitos doces e salgados;
  • Achocolatado, leite em pó, café instantâneo, chá;
  • Suco em pó;
  • Aveia, granola;
  • Açúcar ou adoçante.

03 – Almoço e jantar (acampamento)

Entre as opções abaixo escolha a que mais lhe agrada:

  • Purê de batatas em pó;
  • Arroz em saquinhos, estilo uncle ben´s;
  • Macarrão instantâneo;
  • Sopa instantânea (e creme);
  • Milharina (cuzcuz), quinoa;
  • Queijo parmesão ralado;
  • Cogumelos desidratados, tomates secos;
  • Risoto semi pronto;
  • Feijão (marca Vapza) ;
  • Ovos cozidos;
  • Salame, linguiça calabresa fina;
  • Sal e temperos a gosto;
  • Atum em saquinho ou lata;
  • Carne desidratada ou seca;
  • Frango desfiado;
  • Sal e temperos a gosto.

Conheça os produtos da Vapza:

Veja esse produto na Shoptime

 

Veja esse produto na Amazon

 

Veja esse produto na americanas.com

Conclusões:

Alimentação na montanha pode ser complicada ou simples, isso depende da sua disposição para preparar o “rango” e do seu gosto (paladar).

Eu sou do tipo que não me preocupo muito com o paladar, pra mim basta um alimento que me dê energia e força para chegar no meu objetivo. Porém, quem gosta de curtir uma boa janta e um bom café da manhã, essas opções são mais que suficientes para você ter uma boa refeição na montanha!

 

19 Comments

  • Michelle Ouros
    Posted 3 de maio de 2019 08:27 0Likes

    Perfeita a explicação sobre não poder jogar lixo orgânico como cascas de frutas nas trilhas… Muuuuita gente acha que pode! Excelente esclarecimento, Vivi! De suma importância para quem ama a natureza e busca preservá-la! 👏👏👏👏❤

    • Vivian
      Posted 10 de maio de 2019 11:28 0Likes

      Verdade! Durante um tempo eu também achava que por ser orgânico podia jogar no solo, mas não pode e os motivos são sérios e importantes para preservação.

      Obrigada pelo seu comentário 😉

      • Gleice
        Posted 10 de outubro de 2019 20:45 0Likes

        Acampei recentemente no Parque Nacional Itatiaia, fiz o circuito 5 Lagos+ Cachoeira Aiuruoca, Prateleiras e Morro do Couto, e como sou iniciante suas dicas foram perfeitas!!! Obrigada pelas dicas!!!

        • Vivian Telles
          Posted 15 de março de 2020 13:10 0Likes

          Olá Gleice, que bom que está gostando! Aproveita e assine o meu canal do youtube/viviantelles. Estou sempre passando várias dicas por lá 😉

          • Bruna Cardoso
            Posted 15 de dezembro de 2020 15:24 0Likes

            Gostaria de saber como fazer o frango desfiado e torrado com alho.

          • Vivian Telles
            Posted 16 de fevereiro de 2021 18:05 0Likes

            Olá Bruna, para o frango durar mais tempo eu costumava cozinhar e desfiar o peito, depois torrava na frigideira com alho e cebola, até ficar bem ceguinho. Acabei de postar um vídeo com mais algumas dicas de alimentação, confira: https://youtu.be/jvnMv89GH-A

        • Vivian Telles
          Posted 16 de fevereiro de 2021 17:57 0Likes

          Que bom que gostou. Acabei de postar um vídeo bem legal sobre alimentação, veja aqui: https://youtu.be/jvnMv89GH-A

  • Jacque
    Posted 9 de maio de 2019 20:31 0Likes

    Que foda. Tenho restrição alimentar nao posso comer metade disso ae. Me viro com barrinha e frita.

    • Vivian
      Posted 10 de maio de 2019 11:26 0Likes

      Olá Jaccque, que bom que gostou do artigo e obrigada pelo seu comentário. Tenho certeza que se você procurar um nutricionista ele te ajudará com outras opções de alimentos para trilha respeitando a sua restrição. 😉

  • Edson
    Posted 19 de fevereiro de 2020 12:50 0Likes

    2 anos para uma casca de bana apodrecer na natureza? HAHAHAHAHA Tirou essa informação da onde moça? Preta atenção no que vc escreve, nem deve ter lido isso.

    • Vivian Telles
      Posted 19 de fevereiro de 2020 19:05 0Likes

      Olá Moço, tudo bem? A informação é do Parque Nacional do Itatiaia! De acordo com o Parque “O LIXO ORGÂNICO, COMO CASCA E RESTO DE FRUTAS, DEMORAM ATÉ 2 ANOS PARA SE DECOMPOR”. A nível de informação, essa variação na decomposição depende do clima da região, lugares com clima frio, como é o caso das montanhas, a decomposição é mais lenta.

      Coloco aqui a fonte da informação direto do @parquenacionaldoitatiaia, caso queira saber mais sobre o assunto, clique no link: https://www.instagram.com/p/B3UdMscFlqu/

    • DaniAJU
      Posted 26 de fevereiro de 2021 12:01 0Likes

      São tantos fatores pra se ter uma “noção” de tempo de decomposição, q vc nao imagina.
      Mas, vamos pra aula moço:
      Vc enterrou a casca, jogou na terra ou na grama? Qual a vegetação predominante, alta/baixa? Qual a temperatura média? Pluviometria e sua constância? O terreno é argiloso, siltoso ou arenoso? Clima seco, úmido? Altitude local? Tudo isso (e mais algumas questões específicas da fauna/flora) será determinante pra ter uma noção sobre a presença de bactérias, fungos, insetos e vermes local (corpos fundamentais para decomposição de matérias).

      Portanto, NUNCA acredite em “Google Dicionário”, quando envolve outra várias variantes.
      Por ex.: em local de temperatura abaixo de 0 graus, terreno montanhoso, vegetação baixa, clima seco… NUNCAAAAAA uma casca de banana irá se decompor em 3-4 semanas, a não ser com a ajuda de alguns passarinhos locais… Rsrsrs.
      Portanto a informação da Vivian está correta. Parabéns. 😊

  • Joao
    Posted 9 de junho de 2020 18:11 0Likes

    Confira o tempo de decomposição de diversos materiais como: Plástico, papel, frutas, papelão, pneus, madeira. O tempo de decomposição pode variar de acordo com o ambiente, com as condições do solo, entre muitos outros fatores.

    Cigarro: 3 meses até 20 anos.
    Chiclete: 5 anos.
    => Casca de banana: 3-4 semanas. <=
    Casca de frutas: 3 meses a 12 meses.
    Cascas de laranja: 6 meses.

  • Fernanda Cardoso
    Posted 22 de julho de 2020 11:00 0Likes

    Olá! Poderia me explicar o que é o frango desfiado torrado com alho, se você mesma faz ou compra. Fiquei bastante interessada. Obrigada!

    • Vivian Telles
      Posted 2 de agosto de 2020 14:05 0Likes

      Olá Fernanda, tudo bem? É um peito de frango que você cozinha, desfia e depois torra na frigideira com um pouco de óleo, alho e cebola.

  • Di
    Posted 26 de fevereiro de 2021 22:03 0Likes

    Parabéns pelo post, adorei

Deixe seu comentário